Então é Natal, de Simone

Então é Natal, e o que você fez?
O ano termina, e nasce outra vez

Então é Natal, a festa cristã
Do velho e do novo, do amor como um todo
Então bom Natal, e um ano novo também
Que seja feliz quem, souber o que é o bem

Então é Natal, pro enfermo e pro são
Pro rico e pro pobre, num só coração
Então bom Natal, pro branco e pro negro
Amarelo e vermelho, pra paz afinal


Então bom Natal, e um ano novo também
Que seja feliz quem, souber o que é o bem

Então é Natal, o que a gente fez?
O ano termina, e começa outra vez


Então é Natal, a festa Cristã
Do velho e do novo, o amor como um todo
Então bom Natal, e um ano novo também
Que seja feliz quem, souber o que é o bem

Harehama, há quem ama
Harehama, ha…
 

Então é Natal, e o que você fez?
O ano termina, e nasce outra vez
Hiroshima, Nagasaki, Mururoa, ha…

É Natal, é Natal, é Natal

Santuário de Bom Jesus da Lapa: hino oficial

Cantem todos um hino de glória
nesta gruta de vida e de luz.
Bendizendo a sagrada memória
do excelso Senhor Bom Jesus.
 
O Bom Jesus da Lapa a ninguém nega favor.
Seja pobre, seja rico, inocente, ou pecador.
 
O que sofre, o que padece ao peso da dura cruz.
Sente que a dor arrefece quando invoca o Bom Jesus.
 
Da gruta na penedia pendem milagres a flux.
São graças que cada dia nos concede o Bom Jesus.
 
É a nossa salvação o amoroso Bom Jesus.
Que por nossa redenção quis morrer em uma cruz.
 

Tocando em frente – Almir Sater

Tocando Em Frente

Ando devagar porque já tive pressaE levo esse sorriso, porque já chorei demaisHoje me sinto mais forte, mais feliz quem sabeEu só levo a certeza de que muito pouco eu sei, ou nada sei
Conhecer as manhas e as manhãs,O sabor das massas e das maçãs,É preciso amor pra poder pulsar,É preciso paz pra poder sorrir,É preciso a chuva para florir.
Penso que cumprir a vida seja simplesmenteCompreender a marcha, e ir tocando em frenteComo um velho boiadeiro levando a boiada,Eu vou tocando os dias pela longa estrada eu vou,Estrada eu sou
Conhecer as manhas e as manhãs,O sabor das massas e das maçãs,É preciso amor pra poder pulsar,É preciso paz pra poder sorrir,É preciso a chuva para florir.
Todo mundo ama um dia, todo mundo chora,Um dia a gente chega, no outro vai emboraCada um de nós compõe a sua história,E cada ser em si, carrega o dom de ser capaz,E ser feliz
Conhecer as manhas e as manhãs,O sabor das massas e das maçãs,É preciso amor pra poder pulsar,É preciso paz pra poder sorrir,É preciso a chuva para florir

Velha infância, de Marisa Monte

Você é assim:
Um sonho pra mim
E quando eu não te vejo,
Eu penso em você
Desde o amanhecer
Até quando eu me deito.
Eu gosto de você
E gosto de ficar com você.
Meu riso é tão feliz contigo.
O meu melhor amigo é o meu amor.
E a gente canta
E a gente dança
E a gente não se cansa
De ser criança.
A gente brinca
Na nossa velha infância.
Seus olhos, meu clarão,
Me guiam dentro da escuridão.
Seus pés me abrem o caminho;
Eu sigo e nunca me sinto só.
Você é assim:
Um sonho pra mim;
Quero te encher de beijos.
Eu penso em você
Desde o amanhecer
Até quando eu me deito.
Eu gosto de você
E gosto de ficar com você.
Meu riso é tão feliz contigo...
O meu melhor amigo é o meu amor.
E a gente canta
E a gente dançar
E a gente não se cansa
De ser criança.
A gente brinca
Na nossa velha infância.
Seus olhos, meu clarão,
Me guiam dentro da escuridão.
Seus pés me abrem um caminho;
Eu sigo e nunca me sinto só.
Você é assim: Um sonho pra mim.
Você é assim...
Você é assim: um sonho pra mim.
Você é assim...

Faça uma lista de grandes amigos…

Adoro essa música do Oswaldo Montenegro; faz uma bela referência aos amigos, amigos de ontem, amigos de hoje e amigos de sempre.

Faça uma lista de grandes amigos
Quem você mais via há dez anos atrás
Quantos você ainda vê todo dia
Quantos você já não encontra mais…

Faça uma lista dos sonhos que tinha
Quantos você desistiu de sonhar!
Quantos amores jurados pra sempre
Quantos você conseguiu preservar…

Onde você ainda se reconhece
Na foto passada ou no espelho de agora?
Hoje é do jeito que achou que seria
Quantos amigos você jogou fora?

Quantos mistérios que você sondava
Quantos você conseguiu entender?
Quantos segredos que você guardava
Hoje são bobos ninguém quer saber?

Quantas mentiras você condenava?
Quantas você teve que cometer?
Quantos defeitos sanados com o tempo
Eram o melhor que havia em você?

Quantas canções que você não cantava
Hoje assobia pra sobreviver?
Quantas pessoas que você amava
Hoje acredita que amam você?