Trapoeraba roxa… um belo tapete!

Eu conhecia esta planta como roxinha, foi uma surpresa descobrir o seu nome e assim tão diferente: Trapoeraba! Também conhecida por lambari. Conheço duas espécies o roxo e o verde. Eu tenho a trapoeraba roxa.

Possuem pequenas folhas muito decorativas, ovaladas, brilhantes, de coloração verde escura, com duas listras prateadas na face superior e, completamente arroxeadas na face inferior. Suas flores pequenas são de estrutura simples, possuem apenas duas pétalas na maioria dos casos. A floração se dá de forma axilar, podendo possuir até mesmo uma terceira pétala deixando as flores ainda mais vistosa.

Devem ser cultivadas a pleno sol, se multiplicam muito rapidamente e germinam em lugares inesperados. É quase uma praga de tão difícil de se eliminar, pois qualquer galhinho se enraíza facilmente sem precisar de muita ajuda de jardineiros ou qualquer outro estimulo.

É muito usada em jardins como forração e formação de maciços e em vasos e jardineiras como planta pendente, onde caem como uma pequena cascata.

Zamioculcas, planta para interiores e linda!

A zamioculcas é uma folhagem ornamental utilizada em interiores.

Possui folhas muito brilhantes  e de cor verde-escura, que chegam a um metro de altura.  A floração ocorre geralmente no verão ou início do outono.

A zamioculca é ideal para lugares bastante sombreados, onde outra planta dificilmente sobreviveria. Ela pode ser uma ótima opção para lugares pouco iluminados e requer pouca rega.

 

Impatiens walleriana, a maria-sem-vergonha

Gosto muito dessa plantinha e fui pesquisar mais sobre ela. Conheço como maria-sem-vergonha, mas o seu nome científico é Impatiens Walleriana. Esta plantinha de pétalas simples ou dobradas, possui uma grande variedade de cores, com flores, rosas, roxas, laranjas, vermelhas,  e floresce o ano todo. A folhagem também existe em verde escuro e dobrada.

Sua fama de “sem-vergonha” prende-se ao fato de que cresce em qualquer tipo de solo, mesmo naquele pobre em nutrientes.

Sombra ou meia sombra, com muita luz natural e sem incidência de raios solares. Ela produz um grande número de sementes em cápsulas que estouram ao mais leve toque, espalhando suas sementes a distancia e assim ela se multiplica muito rápido.

Crisântemos, a flor de ouro!

É originário da Ásia e foi adotado como símbolo pelo Japão.

A flor de crisântemo pode possuir vários formatos e cores diferentes, geralmente apresenta pelo menos uma das cores a seguir: amarelo, branco, vermelho, azul e roxo.

Dependendo do formato, pode apresentar mais de uma cor misturada, geralmente com uma no centro e pétalas periféricas de outra cor.

É uma boa opção para arranjos florais pela variedade de cores e pela aparência. Fica sempre muito bonito nos arranjos de ikebana, principalmente na cor amarelo.

Flores – a bela strelitzia

Strelitzia é uma flor colorida em formato que lembra uma ave daí ser conhecida também como ave do paraíso. Ela forma grandes e vistosas touceiras em pleno sol sobre os jardins. É usada na composição de arranjos decorativos e muito usada na confecção da ikebana.

Elas são duráveis, exóticas e versáteis sendo uma ótima opção para plantio em entradas de casas contornando jardins etc.

Lisianto, delicadeza em flor…

O lisianto é uma planta linda, bienal, de meses quentes. As flores têm formato de sinos e tem uma grande variedade de cores como branco, rosa, roxas e vermelhas e com pétalas coloridas em matizes na cor roxa com branco, rosa com branco.

Eu particularmente gosto muito da roxa, mas para os arranjos de ikebana o branco fica mais bonito.

É muito usada para a confecção de arranjos florais, conferindo sofisticação e delicadeza aos arranjos.