Fábrica de Designs

Conheci blogs navegando pela internet e fiquei com muita vontade de ter um; como sempre fiz artesanato, comecei a fotografar minhas peças e gostaria de mostrá-las para muitas outras pessoas. Achei que a melhor maneira seria criar um blog. Criei um, seguindo as orientações, mas apareceram as muitas dificuldades para atualização, pra deixá-lo com a minha carinha, pra deixá-lo do meu jeito. Com uns quatro meses de criado deletei sem querer e perdi tudo; Foi grande frustração; comecei tudo de novo.

Em janeiro, de férias, resolvi buscar um especialista, um profissional com experiência e conhecimento para me apoiar na criação de um novo blog. Em pesquisa pela internet selecionei alguns e dentre esses optei pela Talita Cavalcante da Fabrica de Designs de Belo Horizonte. Ela tem um blog Dona Perfeitinha, que pra mim é o seu principal cartão de visitas; é muito bem feito, organizado e atualizado.

Fiz uma ótima escolha; Foram muitos e-mails e até telefonemas para discutir todos os detalhes, inclusive para a escolha do nome; a Talita sempre me atendeu com muita atenção, presteza e carinho; o resultado ficou lindo. Mesmo depois de pronto, ela continuou me acompanhado, me assessorando e me adotou por meio de uma campanha solidária criado por ela, Adote um blogueiro mais inexperiente que você. Estou sempre recorrendo a ela em minhas dificuldades.

É por tudo isso e pela sua competência que recomendo o Fábrica de Designs. Se você está pensando em criar um blog ou dar uma carinha nova para o seu, visite o site da Talita ou entre em contato pelo telefone 9894 4318 ou pelo e-mail talitalemos@gmail.com.

Programa de Demissão Voluntária nos Correios

Hoje nos Correios, foi um dia de despedida pra muitos colegas que aderiram ao PDV. Vinha pra casa pensando nos sentimentos que envolvem essa decisão; que bom que eles identificaram a melhor hora e que bom que eles tiveram a oportunidade de sair ainda “inteiros” e com disposição de continuar produtivos, criativos e na busca de novos desafios.
É claro que vou sentir falta de amigos tão queridos e companheiros de longa jornada, quantos momentos de discussões, reuniões, festinhas e bate papos sempre com muitas risadas.
Pra cada um quero deixar aqui registrado meu carinho votos de boa sorte e sucessos nas novas empreitadas. Com resgistro especial para Cosma do Vale, Zeka Murta, Helena Martins, Profº Osmar Braz, Profº Peron, Glória Luz, Ester, Liracena, Eleuni, Geraldinha e Zeles.
Com certeza nos encontraremos por aí…

G7 – o meu grupo do coração…

Republico esse texto porque quero prestar uma homenagem a minha querida e inesquecível amiga Natália; ela foi uma das idealizadoras e fundadoras e amava imensamente esse grupo, costumava dizer que era a secretária, a advogada, a tesoureira, a telefonista aliás era tudo no grupo. Não consigo escrever mais… ela nos deixou um grande vazio, vou sentir muito a sua falta…

Grupo das Sete – G7

Participar desse grupo é um presente. O G7 foi formado por um grupo de amigas há quase 20 anos. O nome do grupo ainda hoje é uma polêmica. Sete porque era o número de componentes inicialmente ou porque se encontravam sempre às 7 da noite, após o expediente? Naquela época o nosso horário nos Correios era até 18:45h; o certo é que ficou G7 embora sejamos 11.

Nesse anos já nos encontrams inúmeras vezes, já fizemos várias festas temáticas (fantasia, hellowin, personalidades, brega, camisa listrada, 15 anos do G7, dentre outras e a última que foi o natal das máscaras e até jogo de futebol. Meu grupo acumula muitas estórias engraçadas de encontros e desncontros de horários de locais, de brincadeiras. Acontece de tudo na nossas festas todas organizadas com muito carinho e cheias de surpresas. É um grupo unido, coeso e muito presente na vida de cada uma de nós; se preciso de apoio sei que posso recorrer ao meu G7.

Pra mim três palavras definem esse grupo mais fortemente: amizade, solidariedade, descontração e sempre que nos encontramos ou pensamos numa música, essa faz muito sentido para o grupo:

Amigos Para Sempre

Eu não tenho nada pra dizer você parece no momento até saber como eu estou sofrendo
Vem veja através dos olhos meus a emoção que sinto em estar aqui Sentir seu coração me amando
(Refrão 2X)
Amigos para sempre é o que nós iremos ser Na primavera ou em qualquer das estações
Nas horas tristes nos momentos de prazer amigos para sempre
Você pode estar longe, muito longe sim Mas por te amar sinto você perto de mim, e o meu coração contente
Não nos perderemos não te esquecerei você é minha vida tudo que eu sonhei E quis para mim um dia.
(Refrão 2X)
Amigos para sempre é o que nós iremos ser Na primavera ou em qualquer das estações Nas horas tristes nos momentos de prazer amigos para sempre
Olho, pra você e me pergunto assim Se tudo é tão sincero Por que tem que haver Um tempo de dizer adeus …
Amigos para sempre é o que nós iremos ser Na primavera ou em qualquer das estações
Nas horas tristes nos momentos de prazer amigos para sempre

Amigos, preciosidades…

Hoje está chuvoso e fiquei em casa organizando papelada: documentos, contas pagas e revendo fotos… encontrei preciosidades como esta do inicio dos anos 70 ainda em Bom Jesus da Lapa nos dias em que antecederam minha viagem para Brasília. Quantos amigos tenho por esse mundo afora…

Grupo Jovem – anos 70- B.J. da Lapa-BA
 

Formatura Curso Normal em 1973 – B. J. LapaBA

Amigo é coisa pra se guardar (…) mesmo que o tempo e a distância digam "não"

Republico esse post com muita esperança. Quero muito reeencontrar alguns amigos de longa data e que há muitos anos não tenho notícia. Se vocês acessarem esse blog, deixem uma mensagem pra mim.

da Rosa, grande amiga de adolescência, que morava com a família Gonzaga bem em frente à nossa casa na Av. Duque de Caxias, em Lapa;

da Zenilde, da Lourdes, do Samuel que participávamos juntos do coral do Santuário da Lapa. Quem mais?

do Dorly, Lenilde, Adelaide, Deth, Cida, Célia, Luciana, da Rita, da Miriam todos da época do curso de pedagogia da Católica;

da Luzia, minha amiga da época da Católica… quanta conversa ao telefone e quantas festas de 1ª Comunhão do Colégio Marista.

do Ribamar, trabalhou nos Correios quando lá cheguei.

Na verdade, gostaria de receber notícias de muitos outros amigos.

G7 – Natal com máscaras

A festa do G7, Natal com máscaras, foi um sucesso pena que não estávamos todas como o esperado, estávamos na maior expectativa porque depois de algum tempo íamos nos reunir novamente.
No amigo oculto diferente que acertava pelas dicas de um questionário, a Sônia me tirou e eu tirei a Zeka, dei pra ela um lindo echarpe preto cujo detalhe era um botão; um charme.
Foi um momento de nos conhecermos um pouco mais principalmente pelo verbo que significava ação: se eu fosse um verbo seria … criar.
 
Lembrancinhas da Festa.