Afinal, sempre de J. G. de Araújo Jorge

Sou tua partida
e tua chegada
e momento de dor
e de alegria,
o lenço que acena,
o riso que espera

Quando não és presença
Em todos os sentidos
Continuas comigo:
És saudade.

Sou tua partida
E tua chegada…
Inventamos distâncias
Para dar um nó cego
Neste amor.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s