Seminário: Transgeracionalidade, Tasso Scaff

Apanhados do seminário…

Nesse seminário o facilitador nos fez refletir sobre as mais diversas possibilidades de integração da arte, filosofia, ciência e tradições como fontes de conhecimento e que as tradições desenvolvidas ao longo do tempo que no decorrer da caminhada da humanidade interferiu no pensamento ocidental que acabou por fragmentar os pilares dos saberes e da psique. Falou da evolução do positivismo nas sociedades.

A filosofia positivista tem um maior foco na lei, no como, ao invés do porquê. Assim, arte, filosofia e tradição são considerados “não saberes” em resposta a uma redução do campo do saber, o saber holístico: múltiplos níveis de realidade, dimensão do sagrado e a lógica. Citou o livro O que é a realidade?  Basarab Nicolescu.

Para ser transdisciplinar é preciso levar em conta os vários níveis de realidade, assim no processo de integração, os paradoxos deixam de ser sintomas de mal funcionamento.

Refletimos sobre os símbolos – expressão do conteúdo complexo- é o visível que aponta para o invisível. Os símbolos mostram semelhanças entre criação e cosmos, por isso em muitas tradições eram encontrados símbolos baseados no pensamento trino. A partir daí muitos e diferentes Deuses surgiram.

Surge também a ideia de que a Terra é o lugar onde se trava a guerra entre o mundo superior e o mundo inferior. Estes podem ser Ícones e retomou a temática da tríade que representa o pensamento trino que pode ter sido a primeira representação do sagrado.

A partir da hermenêutica (arte de interpretar), podemos perceber também a importância do feminino e masculino nas populações.

E falamos sobre a origem das religiões como tradições com características em comum. Além dos símbolos, pensamento trino, multi deuses, a imortalidade do espirito também é uma convergência entre as tradições. Tasso nos trouxe cosmogonias das diversas religiões sempre focando em mostrar-nos suas semelhanças e dessemelhanças.

Um ponto importante a ressaltar são as diferenças de algumas tradições brasileiras com suas peculiaridades, como as diferentes tradições Tupi – guarani. Ainda que a tradição Tupi não seja explicada pela dispersão ao longo do planalto iraniano, ela ainda mantém grandes relações com tradições orientais contempladas por essa explicação, como é o caso dos canais de energia espalhados pelo nosso corpo, chamados de Iêres pelos Tupis e de Chacras pelos orientais.

Essas frases marcaram o nosso seminário. “Na diferença aprendemos mais que na igualdade”…”Reconhecer a fraternidade nos torna mais leves”…O tema mostrou-nos a importância de reconhecermos a fraternidade e a igualdade mesmo dentro das diferentes crenças.

Tasso falou muito sobre “Religiosidade e transreligiosidade” –  a consciência ampliada pela conexão pode ser uma chave para abrir o espaço para o amor e o sagrado dentro das três ecologias.

Dentro da transreligiosidade, os símbolos resultam das tradições de cada população. Ou seja, dentro das comunidades, os símbolos vão tomando proporções importantes e são passados de geração a geração como ensinamento. Porém, dentro de uma abordagem de religião e poder quando os símbolos perdem seus sentidos e seus vínculos com os saberes tradicionais, então a tradição se transforma em religião. Isso pode ser percebido no próprio sentido da palavra religião, a qual vem com uma carga de medo, obediência, devoção e etc. Afirmando o pensamento de igualdade, cabe lembrar algo muito forte que Tasso nos trouxe:

“O que aconteceria se rejeitássemos o absolutismo da verdade única, se introduzíssemos a relatividade nas verdades particulares, em favor de uma unidade aberta e dinâmica de integração de todas as verdades?”

Tasso Scaff é formado em Economia, marketing. Terapeuta Social no Colégio Internacional dos Terapeutas e coordenador de Relações Institucionais da Unipaz- DF.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s