Porto Solidão, Zeca Bahia de Bom Jesus da Lapa

Zeca Bahia, o Zequinha, nasceu, em Bom Jesus da Lapa, no sertão baiano, à beira do Rio São Francisco. É um compositor inspiradíssimo e dono de uma voz privilegiada. Foi, cedo ainda, tentar sua carreira, em São Paulo e Brasília. Deu certo. Firmou-se como compositor respeitado.
É o autor de pérolas, como “Porto Solidão”, vencedora do “Prêmio Shel de Música” e mega-sucesso na voz do cantor Jessé.

Se um veleiro
Repousasse
Na palma da minha mão
Sopraria com sentimento
E deixaria seguir sempre
Rumo ao meu coração…
Meu coração
A calma de um mar
Que guarda tamanhos segredos
De versos naufragados
E sem tempo…
Rimas, de ventos e velas
Vida que vem e que vai
A solidão que fica e entra
Me arremessando
Contra o cais…(2x)
Se um veleiro
Repousasse
Na palma da minha mão
Sopraria com sentimento
E deixaria seguir sempre
Rumo ao meu coração…
Meu coração
A calma de um mar
Que guarda tamanhos segredos
De versos naufragados
E sem tempo…
Rimas, de ventos e velas
Vida que vem e que vai
A solidão que fica e entra
Me arremessando
Contra o cais…(4x)
Rimaaaaaas!
A solidão que fica e entra
Me arremessando
Contra o cais…

2 comentários sobre “Porto Solidão, Zeca Bahia de Bom Jesus da Lapa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s