A vida como um novelo de lã, de Ricardo Masstalerz

Perceba a sua vida como um novelo de lã. No percurso do desenrolar do novelo, a identificação e individualização dos nós, possibilitando o ajuste da lã, nas mãos hábeis do tecelão. Podem surgir ainda, neste desenrolar, possíveis emaranhamentos, interferências de outros novelos. Em toda esta jornada, ainda surgem pontos de nós. Não aparentes no novelo mas, ao encontrá-los, necessários desfaze-los. Podem também surgir algum desânimo e até a vontade de virar as costas, ao enxergar um amontoado de lã embolando no novelo. É natural! Mas o novelo não resolve por si. O hábil tecelão desenrola-o. Ajusta a lã e a prepara para tecer belas peças.

E você? Nem precisa desenrolar o seu novelo. Só se tiver algo que queira realizar. Nem precisa, fazer isso de uma única vez. A tarefa pode ser gradativa. Como um hábil tecelão, empreenda os seus dias com paciência, persistência e determinação. Estas atitudes lhe direcionarão ao êxito. Se for isso que deseja. Faça o seu melhor todos os dias, já será suficiente. Não tenha medo. Nem fique paralisado pelo seu amontoado de lã, que possa estar enxergando. É por partes, gradativamente, que realizará o seu melhor.

Luvinha em tricô, com receita

Receita:

Com a agulha 2,5 coloque 36 pontos + 2 pontos de borda (38 pontos). Fazer uma barra com o ponto sanfoninha (1t, 1m volta acompanhando o ponto) por 4cm. Trocar para a agulha 3 ou 3.5 e continuar em ponto meio ou no ponto de sua preferência por 10cm. Na última cortar a linha num tamanho que dê pra costurar e passar a linha pelo pontos tirando-os da agulha. Fazer um franzido bem apertado e costurar na lateral. Fazer o outro par igual. Pronto luvinha linda!